Tags

,

Esses dados foram extraídos do site do Financial Times. Última atualização feita em 25 de maio de 2020. As curvas mostram a média móvel dos últimos 7 dias de novas mortes por milhão de habitantes desde o primeiro dia em o índice registrou 0.1 para cada país. Dessa forma, o ponto de partida das curvas é o mesmo, embora o “comprimento” das mesmas seja diferente, pois existem lags temporais entre os países no que se refere ao início da pandemia. Observem que o número de novas mortes no Brasil continua aumentando, ou seja, ainda não chegamos ao pico da pandemia. Interessante notar que as medidas de flexibilização do distanciamento social foram adotadas na Espanha no início de maio, muito tempo depois do pico da pandemia ter sido alcançado nesse país, o qual ocorreu no dia 01 de abril. No Brasil se flexibilizaram as medidas de distanciamento social muito antes do ponto de reversão da curva de novas mortes. Tudo indica que estamos caminhando a passos largos para uma catástrofe em termos de perdas de vidas humanas. Essas são as consequências sanitárias da atitude negacionista do governo federal.

Link: https://ig.ft.com/coronavirus-chart/?areas=usa&areas=gbr&areas=bra&areas=esp&areas=ita&areas=arg&areasRegional=usny&areasRegional=usnj&cumulative=0&logScale=0&perMillion=1&values=deaths