Tags

, ,

Economistas avaliam que o resultado negativo do PIB do primeiro trimestre, que encolheu 0,2%, não pode ser considerado um fator determinante para os próximos trimestres, mas compõe um cenário que até então não se mostra favorável para a economia do país.Para José Luis Oreiro, professor do departamento de Economia da Universidade de Brasília (UnB), o governo precisa adotar algumas medidas para garantir o crescimento econômico dos próximos anos.

“O ano de 2019 nós já perdemos. Vai ser um ano de crescimento muito baixo, eu acho que 1% é o teto de previsão de crescimento para 2019, mas vai ser menos do que isso. É possível sair dessa situação? Sim, mas você tem que criar estímulos de demanda agregada” (José Luis Oreiro)

Segundo ele, isso significa “flexibilizar mais ainda a política monetária, rever os congelamentos de gastos (principalmente o de R$ 30 bilhões) e parar de reduzir o tamanho do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). A curto prazo são essas as medidas que deveriam ser tomadas para tentar salvar o crescimento de 2020, porque o de 2019 já está comprometido”.

Link da matéria : https://economia.uol.com.br/reportagens-especiais/pib-1-trimestre-analises/#agora-e-pensar-em-2020-porque-2019-ja-esta-perdido-diz-analista