Tags

, ,

 

Os números do IBC-Br divulgados hoje pelo Banco Central mostram que a economia brasileira encolheu 0,68% no primeiro trimestre de 2019 relativamente ao ultimo trimestre de 2018. O Presidente da República afirmou hoje em Dallas que o desempenho da economia reflete a situação herdada de governos anteriores.

A fala do Presidente, contudo, não é compatível com os fatos. Com efeito, a desaceleração recente do crescimento da economia brasileira parece ter sido originada no último trimestre de 2018 e aprofundada no primeiro trimestre de 2019, período que corresponde respectivamente a eleição de Jair Bolsonaro, a montagem do governo de transição, a posse do Presidente da República e o início do novo governo.

Ao que tudo indica a desaceleração do nível de atividade econômica foi “causada no sentido de Granger” pela chegada de Bolsonaro a Presidência da República. A causalidade de Granger é definida como uma situação na qual valores passados de X ajudam a prever o valor presente de Y. Se X for a variável atos de Jair Bolsonaro e Y a variável desempenho negativo da economia então “atos de Jair Bolsonaro” Granger causam “desempenho negativo da economia”.