Tags

AKB – Associação Keynesiana Brasileira

Centro do Novo Desenvolvimentismo da Escola de Economia de São Paulo da FGV

 

Local: Salão Nobre, 4° andar do Prédio da 9 de julho/rua Itapeva.

 

Seminário de política econômica
O Desafio do Ajuste Fiscal Brasileiro

 

1o de junho de 2015

 

O governo brasileiro está comprometido com um programa de ajuste fiscal que é necessário para o controle inflacionário, para a redução do desequilíbrio externo e para que se restabeleça a confiança dos empresários na economia brasileira e eles voltem a investir. Terá o governo condições de alcançar o superávit primário de 1,2% do PIB em 2015, num contexto em que a economia deve apresentar crescimento negativo? Se esta meta não for factível, quais as opções?

 

Abertura: 9:00 às 9:30

Luiz Carlos Bresser-Pereira

José Luis Oreiro

Yoshiaki Nakano

Key note speech: 9:30 – 10:15

Ministro Nelson Barbosa

Primeiro painel (10:30 a 12:30): O ajuste fiscal possível

Quando o governo se comprometeu com uma meta fiscal de 1,2% do PIB acreditava-se que o resultado primário de 2014 seria de 0,1%, mas foi negativo em 0,6%. Além disso, o quadro recessivo se agravou. Diante desses dois fatos, o que é realista esperar do esforço fiscal do governo?

Coordenador: Luiz Carlos Bresser-Pereira

Expositores: José Luis Oreiro, Samuel Pessoa, José Roberto Afonso, Fernando Holanda Barbosa Filho

Debatedores: Yoshiaki Nakano, Nelson Marconi, Claudia Safatle

Segundo painel (14:30-16:30): As regras fiscais necessárias

Quais as instituições necessárias para garantir a responsabilidade não apenas dos estados e municípios, mas também do governo central? Como compatibilizar a necessária flexibilidade no uso da política fiscal com sua credibilidade no quadro das limitações impostas por um sistema fiscal muito rígido?

Coordenador: José Luis Oreiro

Expositores: Manoel Pires, Fernando Dall’Acqua, Marcelo Mendes, Fernando Sarti

Debatedores: Luiz Fernando de Paula, Laura Barbosa Carvalho, Luis Carlos Magalhães

Anúncios