Dois bobalhões disseram a um tempo atrás que “a evidência empírica disponível sobre a relação entre câmbio e crescimento é rala ou inexistente” … o problema é que eles confundem a própria ignorância com virtude. Eis mais um exemplo da evidência empírica rala ou inexistente: http://faculty.las.illinois.edu/wbaer/Papers/Vaz%20and%20Baer.pdf

Anúncios